quarta-feira, 28 de março de 2012

NADA É MAIOR

Uma das histórias bíblicas mais contadas nos "cultos infantis", e,
sem dúvidas, uma das que mais me chamam a atenção, é a de
Sadraque, Mesaque e Abednego. Três jovens ousados, que, além de não
se contaminarem com os manjares do Rei Nabucodonosor, provaram que
NADA era maior que o amor, e o temor de Deus sobre eles.

Certo dia, o Rei Nabucodonosor construiu um gigantesco monumento de
sua própria imagem, conforme havia sonhado. A regra era que ao soar das trombetas, todos, sem excessão, deveriam se protrar e adorar a tal estátua. Assim sendo, Nabucodonosor seria o novo deus da Babilônia.
No dia da inauguração da estátua, as trombetas tocaram. Todos se curvaram
e adoraram à imagem. Ou melhor, quase todos. Os soldados do rei avistaram três jovens que permaneceram de pé, e não renderam adoração àquele monumento. Foi dado aos jovens uma nova chance, e, caso eles não cumprissem a ordem do rei, seriam lançados em uma fornalha de fogo, aquecida sete vezes mais.